Geral

Com insônia? Saiba como melhorar a qualidade do seu sono

Com insônia? Saiba como melhorar a qualidade do seu sono

Uma noite de sono mal dormida pode gerar problemas de saúde, estresse durante o dia e até mesmo ser um indício de depressão.

 

“Tinha muito cansaço e na hora de deitar a cabeça no travesseiro o cansaço simplesmente sumia e você não consegue dormir. Você começa a pensar em um monte de coisas que você deveria ter pensado o dia inteiro e não pensou, ou às vezes você passou o dia inteiro pensando no assunto, mas quando deita aquilo aumenta. Você imagina que vai explodir sua cabeça e você simplesmente não consegue pensar em mais nada porque não dorme. Você não consegue produzir nada o dia inteiro. Você sente que o seu dia é praticamente perdido e vira uma bola de neve porque todo dia é a mesma coisa e você não consegue descansar”.

De acordo com Luciane Mello, otorrinolaringologista do Hospital Federal da Lagoa (RJ), a insônia gera diversos problemas.

“A privação do sono leva a falta de atenção, a dificuldade de concentração, de memória, no caso a privação crônica do sono. Existe também uma relação da insônia com a depressão, então dormir pouco e com uma qualidade ruim, aumenta a irritabilidade e isso também acaba diminuindo a expectativa de vida. Então é importante que o sono seja de boa qualidade”.

Uma boa noite de sono é fundamental para o bom funcionamento do corpo, em especial, do cérebro. Então para dormir melhor, você deve evitar muitas luzes no quarto, além de não utilizar celular, tablets ou televisão por, pelo menos, 30 minutos antes de se deitar. Se possível deixe os alarmes de mensagens e redes sociais no modo silencioso. Também é importante que sua última refeição seja duas horas antes de dormir e, de preferência, evitando comidas pesadas e muito gordurosas.

Sobre o autor | Website

Jornalista Especializado em Comunicação Empresarial e Marketing em Mídias Digitais. É idealizador da Escola do Jornalista Digital e foi Diretor de Comunicação e Marketing da Associação dos Blogueiros de Política do Distrito Federal e Entorno.

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!